Além da preocupação com seus colaboradores, a Tramontina é uma empresa consciente da importância dos ecossistemas e tem a preocupação com a preservação da natureza como um fator crescente em sua política de atuação.

Em 1995 a Tramontina estruturou o Programa de Educação Ambiental. O objetivo era fornecer conhecimentos básicos sobre a importância da preservação da natureza, incentivando a conscientização dos funcionários em relação ao ambiente em que estavam inseridos. Para isso, foram elaborados procedimentos para eliminar ou diminuir qualquer agente poluidor do solo, da água ou do ar. Para dar continuidade ao programa de educação ambiental, foi criada em 1997 a EPAT – Equipe de Proteção Ambiental Tramontina, que tem como função: Identificação de fontes poluentes; diminuição da geração de resíduos e efluentes; fiscalização dos procedimentos; divulgação dos programas de educação ambiental; e orientação e treinamento dos colegas.

Tratamento de resíduos sólidos

A empresa realiza tratamento de resíduos, efluentes e emissões atmosféricas com padrões de qualidade que obedecem as determinações dos Órgãos Ambientais do Estado do Rio Grande do Sul.

Os resíduos sólidos (materiais recicláveis não aproveitáveis) gerados pelas empresas Tramontina situadas na Serra gaúcha vão para a Central de Resíduos Industriais. Uma das unidades da empresa, a Tramontina S.A. Cutelaria, é a administradora desta Central. O processo dos resíduos envolve sucatas, resíduos perigosos e resíduos não tóxicos. As sucatas recicláveis são enviadas para a triagem, onde ocorrem a seleção e o enfardamento, de acordo com o tipo, e são destinadas a futuras comercializações. Já os resíduos que possam representar algum risco ao meio-ambeinte são dispostos ao Aterro de Resíduos Industriais Perigosos, enquanto que os que não apresentam toxicidade são colocados no Aterro Classe II. A construção dos aterros segue projetos de engenharia para que não haja risco algum ao meio ambiente. Atualmente, novos aterros de maior porte estão em fase de implantação, estes serão uma garantia de ambiente limpo até os próximos 120 anos.

Estação de Tratamento de Efluentes – Desvio Machado
Estação de Tratamento de Efluentes – Desvio Machado

Sistema de Retenção de Pós de Madeira
Sistema de Retenção de Pós de Madeira

Foto Aérea da Central de Resíduos Sólidos em Desvio Machado
Foto Aérea da Central de Resíduos Sólidos em Desvio Machado

Tratamento de Efluentes

Na unidade Tramontina Farroupilha, toda a água utilizada no processo industrial, sanitários e máquinas de lavar é enviado à Estação de Tratamento de Efluentes da própria empresa. Depois ela é reaproveitada no processo industrial, refrigeração de máquinas, descarga de banheiros e para regar jardins e limpeza de pisos.

Sistema de Retenção de Pós Madeiras

Consciente de que a manutenção das florestas é fundamental para a conservação do solo e a preservação da vida animal, para a renovação do ar e o equilíbrio dos mananciais de água e para o suprimento da madeira, como matéria-prima nobre, renovável e biodegradável, a Tramontina investe em projetos de florestas de produção. As florestas plantadas com o objetivo específico de abate, para atender à demanda da indústria madeireira, é uma ótima alternativa para aliviar as pressões de consumo que ameaçam florestas naturais.

Mudas da Forjasul Madeiras

A Forjasul Madeiras S.A, empresa do grupo Tramontina, fabrica móveis e utilidades domésticas de madeira maciça, cuja matéria-prima procede de suas próprias áreas de reflorestamento. O manejo planejado das florestas, observando criteriosos parâmetros técnicos, contribui para controlar o clima, fixar o solo, evitar o assoreamento de rios, manter a fauna, filtrar poluentes e reduzir os riscos de aquecimento da Terra, entre outros benefícios.

Viveiro da unidade Belém

A unidade de Belém iniciou projetos em 1992. Hoje, cultiva e mantém árvores de várias espécies nativas da Amazônia. Além disso, a indústria é abastecida por termelétrica própria, que utiliza como combustível os resíduos de madeira gerados no processo de fabricação.

Mudas da Forjasul Madeiras
Mudas da Forjasul Madeiras

Reflorestamento da Forjasul Madeiras
Reflorestamento da Forjasul Madeiras

Viveiro da unidade Belém
Viveiro da unidade Belém

Analisando tudo que foi descrito, muitos devem se perguntar por que a Tramontina investe tanto no meio ambiente. São muitas as razões pelas quais a Tramontina se aprimora na prática do desenvolvimento sustentável: a legislação é cada vez mais rigorosa, os clientes são exigentes – em alguns casos até a decisão de compra ocorre ou deixa de ocorrer dependendo da existência de projetos ecológicos; mas na Tramontina, cuidar do ambiente independe de decisões externas, é questão de consciência interna. É possível produzir sem poluir, e se é possível, é porque isso é o que deve ser feito. E para prestigiar todo este trabalho ambiental, a Tramontina criou a linha Tropical, que retrata a vida dos diferentes ecossistemas.